Buscar
  • Sárila Aline Ferronatto

Viver a sua essência é uma decisão

Resgatar a sua energia significa antes de tudo conhecê-la.


Sim! Acredite! Viver a sua essência é uma decisão. E como toda decisão, tem o ônus e tem o bônus.

Quando tomamos a decisão de que não queremos mais vibrar pela energia dos outros e não mais viver para atender às expectativas deles, optamos por mudar a direção da nossa vida e entrar em um novo caminho, o caminho do autoconhecimento. Como antes vibrávamos uma energia intrusa, acabamos por não saber reconhecer nossa própria energia e isso requer aprendizado.

O caminho é feito de pequenos passos e inclui o equilíbrio entre mente, corpo, coração e espiritualidade. Buscar esse equilíbrio tem um preço e requer disciplina e muita coragem.

A necessidade da disciplina acontece devido à mudança de hábitos e a mudança de pensamentos. Ao mudar certos hábitos e mudar a frequência dos seus pensamentos, diferentemente de quando você estava acostumado(a) e fazia tudo no piloto automático, precisará de disciplina para manter a vigilância e a rotina, para que seu cérebro consiga criar novas sinapses.

E a coragem se faz necessária pois o caminho do autoconhecimento exige entrar em contato com suas sombras, com essa parte dolorida que tentamos deixar bem quieta dentro de nós para que não doa, para que não seja sentida. O problema é que sem dor não há cura. Uma emoção que fica guardada, reprimida, jamais será curada a não ser que seja trazida à superfície.

Resgatar a sua energia significa antes de tudo conhecê-la, entrar em contato com ela.

Desde criança você foi ensinado(a) que precisa ser forte, que chorar é para os fracos. Infelizmente esta é uma crença passada de geração em geração que faz com que emoções sejam reprimidas e o choro seja “engolido”.

Só sentindo as emoções é que se entra em contato com o seu verdadeiro eu, porque estamos nesta vida para sentir as emoções, para vivenciá-las.

“Só aquilo que somos realmente tem o poder de nos curar.” (Carl Jung)

Lembre-se: os outros jamais poderão nos dar o que está somente ao nosso alcance. O caminho de volta para sua essência exige dedicação a si mesmo, trabalhar as suas angústias e frustrações, mágoas e ressentimentos. Entenda que tudo o que vem de dentro é legítimo, é verdadeiro, e precisa ser respeitado.

Centrar-se na essência significa procurar dentro de si a cura, o alívio, a alegria. Normalmente isso é procurado fora, no externo. Quanto dura a alegria de uma promoção no trabalho, ou a compra de um carro novo? Dura tempo suficiente até você querer mais. Esta é a definição de felicidade tercerizável: eu serei feliz quando estiver em um relacionamento sério, eu serei feliz quando conseguir o trabalho dos meus sonhos, eu serei feliz quando comprar o meu apartamento, eu serei feliz quando tiver filhos, e é assim que as pessoas facilmente terceirizam a sua felicidade nas mãos de outras pessoas, outras coisas e outros lugares.

A receita da nossa felicidade começa pela nossa essência. Permita-se tomar esta decisão!


“... Algum dia, torturado pela realidade externa, desesperado de ter visto tudo e encontrado nada, você está fadado a olhar para dentro.” (Osho)



0 visualização
  • b-facebook
  • Instagram Black Round

© 2020 por Individualmente - Todos os direitos reservados.